Notícias

Secretário de Saúde de Mogi das Cruzes, Teo Cusatis, colaborador da Rádio Metropolitana, faz um balanço sobre a vacinação contra a febre amarela em Mogi das Cruzes que já vacinou mais de 60 mil pessoas. Outro assunto em destaque é a renovação da frota com cinco novas ambulâncias que vão chegar até o final do ano para o Consórcio Regional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Cresamu).

Mogi das Cruzes alcança 28% da meta de vacinação contra a febre amarela, mas o secretário de Saúde, Téo Cusatis, alerta que ainda faltam 80 mil pessoas das áreas prioritárias serem vacinadas na cidade. Outro assunto em destaque é a audiência amanhã em Brasília no Ministério da Saúde para definir as datas de entrega, ainda neste ano, das cinco novas ambulâncias para o Consórcio Regional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Cresamu).

Nova Lei Trabalhista: o que muda no dia a dia dos trabalhadores e empregadores, em especial na área da Saúde? Esse é o assunto em destaque na participação do colaborador da Rádio Metropolitana, Téo Cusatis, secretário de Saúde de Mogi das Cruzes, que hoje tem como convidado especial o juiz do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) 2ª Região – SP, professor no Centro Preparatório Jurídico (CPJUR) e professor na UMC, Dr. Mauricio Pereira Simões.

Moradores da Zona Rural de Mogi das Cruzes recebem orientações e vacinas contra a febra amarela. Outro assunto em destaque na participação do colaborador da Rádio Metropolitana, Téo Cusatis, secretário de Saúde, é que um dos mais conhecidos programas do Ministério da Saúde, o Farmácia Popular, iniciativa que oferta medicamentos gratuitos ou com até 90% de desconto, deve passar por mudanças. Para o setor farmacêutico, as medidas o colocam em risco.

Vacina contra febre amarela será aplicada na Zona Rural de Mogi das Cruzes. Lote com mais de 213 mil doses que o Governo do Estado enviará a Mogi vai atender moradores e trabalhadores desta região. Outro assunto em destaque na participação do colaborador da Rádio Metropolitana, Teo Cusatis, secretário de Saúde de Mogi das Cruzes, que hoje tem como convidado especial o professor adjunto de cirurgia responsável pela Gastrocirurgia da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) e pelo SAMU, Dr. Luiz Bot, é o estudo da Universidade de Hong Kong e da University College London que mostrou que o uso prolongado de inibidores de bomba de próton (IBP), como Omeprazol e Pantoprazol, podem aumentar 2,4 vezes o risco de desenvolver câncer de estômago.