Notícias

Hospital Municipal de Mogi das Cruzes inicia mutirão de cirurgias eletivas para reduzir tempo de espera. Serão beneficiados pacientes que estão aguardando para realização de procedimentos cirúrgicos de baixa e média complexidade. Outro assunto em destaque no quadro “O Prefeito e a Comunidade” com o prefeito de Mogi das Cruzes, Marcus Melo, é a Operação Verão, projeto coordenado pela Secretaria Municipal de Segurança, por meio da Coordenadoria de Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar e terá como prioridade o atendimento a emergências ocasionadas pelas chuvas e o monitoramento climático da cidade.

Vacina contra febre amarela será aplicada na Zona Rural de Mogi das Cruzes. Lote com mais de 213 mil doses que o Governo do Estado enviará a Mogi vai atender moradores e trabalhadores desta região. Outro assunto em destaque na participação do colaborador da Rádio Metropolitana, Teo Cusatis, secretário de Saúde de Mogi das Cruzes, que hoje tem como convidado especial o professor adjunto de cirurgia responsável pela Gastrocirurgia da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) e pelo SAMU, Dr. Luiz Bot, é o estudo da Universidade de Hong Kong e da University College London que mostrou que o uso prolongado de inibidores de bomba de próton (IBP), como Omeprazol e Pantoprazol, podem aumentar 2,4 vezes o risco de desenvolver câncer de estômago.

A edição do programa Bairro Feliz, na Escola Municipal Desembargador Armindo Freire Mármora, no Jardim das Bandeiras, contou com a entrega das carteirinhas de identidade estudantil para os pais de alunos da unidade escolar. O documento, que integra o programa Educa + Mogi, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação, foi entregue pelo prefeito Marcus Melo. A atividade fez parte da extensa programação do evento, que comemorou os 36 anos do Distrito de Cezar de Souza e reuniu 2 mil pessoas.

Unica de Jundiapeba, em Mogi das Cruzes, recebeu ontem o Selo de Qualidade e o Certificado de Acreditação da ONA Nível 1. Esse é o segundo equipamento de Saúde da cidade a receber a certificação. O primeiro é o Hospital Municipal de Braz Cubas e as UPAs – Unidades de Pronto Atendimento, localizadas no Rodeio e Oropó, devem ser as próximas unidades a buscarem o reconhecimento.

Para esclarecer a polêmica causada pela notícia de que a Prefeitura de Mogi das Cruzes estaria de certa forma “boicotando” a realização da 1ª Parada LGBT na cidade, o secretário municipal de Segurança, Paulo Roberto Madureira Sales, explicou porque a solicitação foi negada. A polêmica começou após o grupo receber a resposta do ofício encaminhado à Prefeitura que solicitava a autorização para realizar o evento no dia 10 de dezembro. Mas o Fórum Mogiano acusa a Prefeitura de descriminação.